Marca Maxmeio
Detran 2017
Finanças
24 / 10 / 2017 - Por Jean Valério

Dívida pública do Brasil cresce e chega a R$3,5 trilhõesCrescimento foi de 0,79% em setembro

A dívida pública federal cresceu 0,79 por cento em setembro na comparação com agosto, somando 3,431 trilhões de reais, mas ainda fora do intervalo de referência no Plano Anual de Financiamento (PAF), de 3,45 trilhões a 3,65 trilhões de reais para 2017.

No mês passado, divulgou o Tesouro Nacional nesta segunda-feira, a dívida pública mobiliária interna teve alta de 0,78 por cento sobre agosto, a 3,312 trilhões de reais, devido à apropriação positiva de juros de 25,98 bilhões de reais, compensada em parte pelo resgate líquido de 0,46 bilhão de reais.

Já a dívida externa aumentou 1,12 por cento sobre agosto, a 118,88 bilhões de reais, influenciada pelo avanço do dólar frente ao real. No mês, a moeda norte-americana subiu 0,64 por cento.

Quanto à composição, os títulos prefixados continuaram com maior peso na dívida total. Sua fatia foi a 35,66 por cento em setembro, acima dos 34,84 por cento de agosto, dentro do intervalo de 32 a 36 por cento para 2017 do PAF.

Os títulos pós-fixados, as LFTs, viram sua participação cair a 31,07 por cento do total em setembro, sobre 31,92 por cento no mês anterior. Para o ano, o Tesouro fixou participação de 29 a 33 por cento para os papéis.

Os títulos corrigidos pela inflação ficaram praticamente estáveis em 29,69 por cento da dívida em setembro, contra 29,67 por cento em agosto. Para eles, o Tesouro também estabeleceu uma participação no ano de 29 a 33 por cento.

A participação dos investidores estrangeiros em títulos da dívida interna recuou a 12,57 por cento em setembro, sobre 12,66 por cento em agosto.

Fonte: Exame

Revista Negócios.Net

Revista Negócios 70
Revista Negócios 69
Revista Negócios 68
Revista Negócios 67
EDIÇÃO N° 62 – MARÇO DE 2016
Revista Negócios 61
Edição n˚59
Edição n˚58
Edição n˚56
Edição n˚55
Edição n˚54
Edição Nº 53
Edição Nº 52
Edição Nº 51

Twitter /RevNegocios

  • @revnegociosPara quem está disposto a voltar a investir, o segmento imobiliário é a proposta mais vantajosa do momento.… https://t.co/d5e9w9gJ2L@revnegocios1 semana atrás
  • @revnegociosO Rio Grande do Norte é o estado brasileiro que mais gera energia pela força dos ventos e dispõe da maior capacidad… https://t.co/bbOgusVPF0@revnegocios1 semana atrás
  • @revnegociosIndústria da Reciclagem cresce e mira para o futuro: https://t.co/EJqSYjKdJi https://t.co/X0HH3746nq@revnegocios1 semana atrás

Instagram /RevNegócios

Facebook /RevNegócios

TV Negócios.Net